NOTÍCIAS E AÇÕES SOCIAIS

Você tem miopia? Entenda como as lentes corrigem esse problema

A miopia é um distúrbio visual que se caracteriza por um globo ocular mais “longo”, o que provoca a formação da imagem antes que a luz chegue até a retina. Isso compromete a visão de objetos distantes, que ficam embaçados.

Por ser uma condição que altera a anatomia do olho, as lentes para corrigir miopia precisam ser específicas para o formato do olho míope. Por isso, óculos para miopia são feitos com lentes divergentes, também conhecidas como lentes côncavas.

O olho de uma pessoa míope

A miopia é um desvio de visão que se relaciona com um aumento do tamanho do olho, e causa dificuldade de enxergar de longe com clareza. Isso acontece porque o globo ocular de uma pessoa míope é mais alongado do que o normal, ou seja, a imagem projetada pelas lentes oculares, como a córnea e o cristalino, forma-se a antes da retina, facilitando a visão a curtas distâncias, porém dificultando a visão de longe.

Causas

Até pouco tempo atrás, acreditava-se que a miopia era causada somente por fatores genéticos, aparecendo entre a infância e adolescência. Isso realmente acontece, pois crianças cujos pais são míopes têm maior chance de desenvolver o desvio. 

No entanto, a mudança de hábitos diários se relaciona com o aumento do número de casos de miopia no mundo, principalmente em razão do uso prolongado de computadores, smartphones e tablets, que começam em idades cada vez mais precoces.

Uma das causas que pode se relacionar com o aparecimento da miopia é a diminuição da produção de dopamina, um hormônio natural que ajuda a controlar o tamanho do olho. A melatonina, o hormônio do sono, também é importante para manter o tamanho do olho. Desta forma, uma alteração do ciclo do sono também pode estar relacionada com o aparecimento do distúrbio. 

Principais sintomas

Existem alguns sintomas que ajudam a identificar a miopia, e o principal deles é a dificuldade em enxergar objetos distantes, mas os pacientes também podem sentir dores de cabeça, fadiga ocular (visão cansada), lacrimejamento, necessidade de forçar a visão ou apertar os olhos, dificuldade para assistir a filmes, dirigir automóveis, entre outros. 

Geralmente, a miopia é notada pela primeira vez durante a infância, no período escolar. Muitas vezes, as crianças não conseguem ver nitidamente as informações anotadas no quadro. Uma criança míope pode precisar se sentar na frente da sala de aula, assim como mais perto da televisão ou no cinema e manter objetos como livros ou o smartphone muito próximos dos olhos. Isso é um sinal de que é preciso levá-la ao oftalmologista para uma avaliação profissional.

Como corrigir a miopia?

Para que possamos enxergar da forma correta, os raios de luz precisam chegar até a retina, camada do olho onde as imagens são formadas. Para que isso aconteça, a luz passa primeiro pelo cristalino, a lente convexa do olho. Basicamente, o cristalino é responsável por conduzir os raios luminosos à retina, mudando de formato de acordo com a distância de cada objeto.

Quando uma pessoa apresenta algum problema de visão, significa que o cristalino não está funcionando direito e já não desvia os raios de luz corretamente. Assim, a função da lente para corrigir miopia é desviar os raios de modo que eles cheguem à retina e a imagem seja formada com nitidez na retina e não antes dela.

Para a correção desse problema, é utilizada a lente divergente. Os óculos com essas lentes “empurram” o foco para trás de onde ele se forma no olho até chegar na retina. Dessa forma, quanto maior é o grau das lentes divergentes, maior é a dificuldade para enxergar de longe e mais distantes da retina as imagens se formam. 

As lentes divergentes possuem maior espessura nas bordas do que no centro, e ficam parecidas com o fundo de uma garrafa. É daí que vem a expressão “óculos fundo de garrafa” para quem tem alto grau de miopia. Esse formato côncavo das lentes funciona para separar os raios de luz. 

Lentes de correção

Em casos de miopia, é necessário escolher o tipo certo de lente, de acordo com seu grau. As lentes mais finas para corrigir miopia proporcionam maior conforto visual sem causar distorções nas laterais. Confira alguns tipos de lentes finas ideais para esse problema:

Lentes de policarbonato 1.59

Indicadas para quem possui até 4 graus de miopia, as lentes de policarbonato são conhecidas por serem leves e resistentes. Elas têm índice de refração de 1.58 a 1.59, resultando em lentes mais finas para quem tem baixo grau de miopia.

Lentes 1.60 e 1.67

Especialistas indicam lentes com esses índices de refração para quem tem miopia moderada. Ou seja, acima de -3 graus. Por possuírem índice de refração de 1.61 e 1.67, elas resultam em lentes mais finas que as lentes de policarbonato.  

Lentes 1.74

As lentes 1.74 são lentes de alto índice de refração e, por isso, são utilizadas por quem possui alto grau de miopia. Elas resultam em lentes mais finas, porém são mais caras do que os outros tipos.

Conte com o Instituto dos Óculos para oferecer os melhores preços nas marcas referências no mercado e faça seu novo óculos para corrigir a miopia conosco!

Categorias

×