Apesar de parecer ser um ato mínimo e inofensivo, coçar os olhos com frequência pode gerar diversas consequências para a visão. O ato de esfregar os olhos com as mãos é um dos principais transmissores de doenças, o COVID-19 é um dos maiores exemplos atuais, além da infecção por bactérias, também podem ocorrer deformidades na córnea e outros problemas mais graves.

Mas por que os olhos coçam? Fumaça, cansaço, clima entre outros são algumas das principais causas do incômodo. Em épocas mais secas, a baixa umidade faz com que o ambiente fique mais favorável à poeira, o que pode ocasionar irritações e desencadear alergias. Durante uma crise alérgica o corpo começa a produzir um hormônio chamado histamina , que dilata os vasos sanguíneos provocando mais coceira, vermelhidão e inchaço.

Outras causas que levam à irritabilidade ocular estão relacionadas com a saúde das pálpebras ou glândulas oculares, o uso excessivo de aparelhos eletrônicos também pode ser um fator, por isso é importante recorrer sempre a um profissional de saúde e evitar ao máximo a automedicação ou soluções caseiras. É importante enfatizar que a coceira dos olhos em si não é uma doença, mas sim um sintoma associado a problemas de saúde, como a conjuntivite por exemplo.

Quais os riscos de coçar os olhos?

Apesar de lavarmos nossas mãos, não conseguimos eliminar 100% das bactérias que se alojam na pele, ao coçar os olhos automaticamente levamos esses microorganismos para uma das áreas mais sensíveis do corpo humano, ou seja, estamos propensos a criar infecções nos olhos.

Além disso, assim como uma coceira nas pernas pode gerar vermelhidão e feridas, ao esfregar excessivamente os olhos podemos criar ferimentos graves para nossa visão, como por exemplo o descolamento da retina, membrana que reveste a parte interna do olho que uma vez deslocada, diminui drasticamente a qualidade de vida do paciente. Outras lesões que podem ser ocasionadas são deformidades nos olhos, como o ceratocone , doença advinda do excesso de pressão nos olhos, fazendo com que ele perca o formato global e gere um pico em formato de cone, reduzindo a capacidade de enxergar.
Doenças pré existentes, vindas de outros problemas de saúde como o
glaucoma também podem ser agravadas, o aumento da pressão ocular causada pelo atrito pode interromper o fluxo sanguíneo, causando danos aos nervos e em casos mais graves, perda permanente da visão.

Como aliviar a irritação:

Se você sentir um incômodo, por mais difícil que seja, evite ao máximo coçar os olhos, existem alguns pequenos métodos que podem ajudar até que
você faça uma consulta com um especialista, são eles:
Compressas geladas com água ou chá de camomila para diminuir o inchaço e a vermelhidão. Fazer a higienização correta dos olhos com soro fisiológico e um algodão também servem para aliviar a sensação de coceira, colírios também são uma ótima alternativa mas lembre-se, colírios são medicamentos ou seja, usá-los sem receita médica podem agravar os sintomas e gerar outros problemas de visão. Se a irritação for vinda de cansaço, fazer uma pausa e fechar os olhos por pelo menos 5 minutos já promove uma melhora na sensação.
Outra causa da irritação é o uso excessivo de aparelhos eletrônicos, a luz
azul promove maior cansaço nos olhos, trazendo consigo uma série de problemas para a visão. Felizmente para essa situação podemos contar com a ajuda das lentes BlueCut, você pode conhecer um pouco mais sobre essa solução clicando aqui .

Cuidando dos olhos para evitar a coceira:

Sim! É possível evitar a coceira nos olhos seguindo simples passos
diariamente, confira algumas dicas de boas práticas:


● Mantenha as mãos sempre limpas;
● Mantenha suas lentes de contato limpas e desinfetadas;
● Não durma com maquiagem;
● Não compartilhe óculos de sol ou grau;

Você pode encontrar mais dicas de como manter a saúde ocular no nosso site!
Clique aqui e saiba como manter seus olhos saudáveis e garantir melhor
qualidade de visão por muito mais tempo.


Entre em contato com nossos consultores e veja no que o Instituto dos Óculos pode te ajudar

×