Existem uma série de doenças que afetam os nossos olhos e que se não forem tratadas a tempo, podem levar a cegueira. O glaucoma é uma das principais e o dia 26 de maio foi definido como a data para discutirmos a sua prevenção.

Entender essa doença, seus sintomas e quais as principais medidas de prevenção é apenas o primeiro passo para o seu tratamento. Por isso, nesse artigo, vamos explicar um pouco mais sobre o glaucoma e como você pode buscar a ajuda necessária a tempo.

O que é glaucoma?

Pela definição técnica, o glaucoma é uma doença que atinge o nervo óptico e gera a perda das células nervosas da retina, responsáveis por enviar os impulsos ao cérebro. A doença ataca apenas a visão, mas quando não é tratada corretamente ou em tempo pode levar ao dano permanente na retina. O que, por sua vez, pode levar a cegueira.

Diferente do que muitos possam acreditar, existem vários tipos de glaucoma e cada um com uma origem diferente. A medicina já conseguiu identificar essas variações da doença:

  • Glaucoma Crônico Simples ou Ângulo Aberto: é o mais comum, de acordo com o Dr. Drauzio Varella, aparece em pessoas acima dos 40 anos e pode não apresentar sintomas. Sua principal causa é uma alteração na anatomia do olho, que impede a saída do humor aquoso e aumenta a pressão intraocular.
  • Glaucoma de Ângulo Fechado: é causado por algum aumento súbito na pressão intraocular, como em casos de alguma pancada nessa região ou o uso contínuo de medicamentos como Prednisona ou Dexametasona.
  • Glaucoma Congênito: o mais raro de acontecer, afeta principalmente recém-nascidos que tenham algum histórico na família.
  • Glaucoma Secundário: é uma consequência de doenças mais graves como diabetes, cataratas, etc.

Agora que você sabe um pouco mais sobre essa doença, é necessário entender quais são os sinais que você pode apresentar.

Sintomas do glaucoma

Alguns dos principais sintomas que levam ao diagnóstico de glaucoma são:

  • Sentir dores intensas no globo ocular.
  • Diminuição repentina do campo de visão, principalmente no periférico.
  • Aumento da pupila, sem uma razão aparente.
  • Dificuldade para enxergar no escuro.
  • Aumento da sensibilidade na luz.
  • A visão se torna turva e embaçada.
  • Vermelhidão, irritação e lacrimejamento dos olhos.
  • Fortes dores de cabeça e náuseas.

Como já comentamos, existem algumas variações da doença que podem não apresentar nenhum dos sintomas. Por isso, é muito importante se prevenir e garantir que a sua saúde ocular esteja em dia!

Como prevenir o glaucoma

Conhecer as doenças e seus sintomas é o primeiro passo na prevenção dela. Nós separamos mais algumas dicas importantes na hora de cuidar da sua saúde ocular e evitar o glaucoma!

1. Conheça o histórico da sua família

Comentamos anteriormente que alguns tipos de glaucoma podem ser hereditários. Por isso, procure se informar se alguém na sua família possui a doença. Se esse for caso, é preciso que você faça o exame de prevenção pelo menos uma vez por ano.

2. Proteja seus olhos

Uma das principais causas do glaucoma é a lesão física no globo ocular. Por isso, se for praticar uma atividade física com objetos em alta velocidade ou alguma tarefa que possa atingir seus olhos, use proteção!

3. Cuidado com os colírios que usa

Existem alguns colírios que auxiliam na diminuição da pressão intraocular e podem diminuir as chances do desenvolvimento do glaucoma. Então use apenas os colírios indicados pelo seu oftalmologista e evite usá-los sem a recomendação médica.

4. Faça exercícios físicos

Fazer os exercícios físicos corretos e com regularidade pode ajudar a diminuir a pressão intraocular. Portanto, converse com seu médico sobre quais são as atividades mais recomendadas para o seu caso e as implemente na sua rotina.

5. Mantenha sua saúde ocular em dia

Existem exames preventivos ao glaucoma que devem ser feitos regularmente. Por isso, faça consultas anuais com seu oftalmologista e garanta que a saúde dos seus olhos esteja em dia!

A prevenção do Glaucoma no Instituto dos Óculos

Nós do Instituto dos Óculos prezamos muito pela saúde ocular. Buscamos sempre trazer conteúdos e informações relevantes para o nosso público nas nossas unidades e nas nossas redes sociais. Nosso intuito é conscientizar o maior número de pessoas sobre os riscos do glaucoma e como eles podem ser evitados.

Acompanhe nossas redes sociais para mais informações!

 

×